19 de junho de 2024 14:35

Suzano: Fiscalização atua contra desmonte clandestino em Palmeiras

Equipes da Prefeitura de Suzano estiveram na estrada do Guinza e na rua Rinyasu Sugimura para garantir a retirada dos veículos que estavam obstruindo vias públicas Foto: Divulgação

Compartilhe este conteúdo...

O Departamento de Fiscalização de Posturas da Prefeitura de Suzano esteve no distrito de Palmeiras nesta quarta-feira (13/12) para promover duas vistorias contra desmonte clandestino de automóveis, em dois locais da região, após denúncias enviadas à Ouvidoria Municipal de que os carros estariam na via pública. 

Na primeira ação, a equipe visitou a estrada do Guinza, no Jardim Dora, onde verificou a presença de seis carros que estavam sendo usados para atividade ilegal de venda de peças. A mesma situação foi constatada na rua Rinyasu Sugimura, na Vila Fátima, onde foram identificados outros quatro carros enfileirados, que também demonstravam evidências relacionadas a esta prática. A Guarda Civil Municipal (GCM) deu apoio à ação com três viaturas da Ronda Ostensiva Municipal (Romu).

Na estrada do Guinza, os agentes da administração municipal apreenderam dois veículos que já estavam bastante descaracterizados e os recolheram como sucata para o depósito do órgão, no Parque Residencial Casa Branca. Em relação aos outros carros, foi solicitado ao responsável a retirada imediata dos veículos da via. Não houve constatação de ilegalidade quanto à procedência dos veículos, por isso não houve condução de ninguém à delegacia.

No entorno deste endereço, ainda foi observado que havia um terreno que também estava sendo usado para o desmonte de carros. Neste local, cujo responsável não apresentou qualquer licença para a atividade, além da possibilidade de causar danos ao meio ambiente, foi solicitada a retirada de outros três carros no prazo de quinze dias. Por conta das evidências da prática ilegal, a área acabou sendo embargada.

Já na rua Rinyasu Sugimura, a Fiscalização de Posturas verificou a presença de carros que estavam sendo utilizados para o exercício de atividade clandestina. Quatro veículos foram flagrados nesta situação e a equipe da prefeitura também embargou o local, exigindo que o responsável retirasse os carros da rua em até três dias. Assim como no primeiro, não houve condução de nenhuma pessoa para a delegacia, por não se comprovar que os automóveis eram produtos de roubo ou furto.

O diretor do Departamento de Fiscalização de Posturas, Edson Tavares, destacou que a prefeitura cumpriu mais uma ação para restabelecer as boas condições de tráfego nas vias. “Recebemos denúncias quanto a estas irregularidades, estivemos nos locais informados para realizar o trabalho que era necessário e tomamos as providências cabíveis. Identificamos os responsáveis, solicitamos a apresentação dos documentos dos carros, recolhemos aqueles que já eram considerados sucatas e garantimos a retirada dos outros veículos, desobstruindo as vias. Ainda embargamos os locais em que estavam sendo feitos os desmontes clandestinos”, ressaltou.

As denúncias sobre estas situações podem ser feitas para a Ouvidoria Municipal por meio do telefone  0800-774-2007. A Fiscalização de Posturas atende as demandas amparada pela lei complementar nº 014, de 21 e dezembro de 1993, que consolida e altera as leis de polícia administrativa, higiene pública, segurança, ordem, bem-estar coletivo, localização e funcionamento de estabelecimentos comerciais, industriais, e de prestadores de serviços, além das demais normas atinentes, consubstanciando-as no Código de Posturas do Município.

Compartilhe este conteúdo...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

categorias

ÚLTIMAS NOTÍCIAS