12 de abril de 2024 15:25

Dr. Rafu de Ferraz realiza evento grandioso, contesta falas da prefeita e faz denúncias graves contra a atual administração

Médico Raful Júnior, discursa durante evento que reuniu cerca de 1.500 pessoas em Ferraz. (Foto: Divulgação)

Compartilhe este conteúdo...

Um evento para entrar na história de Ferraz de Vasconcelos, cerca de 1.500 pessoas estiveram no Rotary Club da cidade na quinta-feira (29/2) para o lançamento oficial da pré-candidatura a prefeito do médico Dr. Rafu Júnior (PL). O encontro de lideranças da legenda marcou o início de uma série de atividades políticas do postulante, que contou com recepção massiva, bem como de lideranças regionais e nacionais do PL.

O ato oficial do PL ferrazense fortalece a trajetória eleitoral de Rafu Junior. O médico, que já foi candidato à majoritária em 2020 e na proporcional em 2022, se prepara para o pleito deste ano. Ao lado de sua esposa, Vivian Loureiro Raffoul, o pré-candidato a prefeito de Ferraz compartilhou sua carreira profissional e familiar na cidade e revelou “o sonho” de colocar a saúde pública do município em outro patamar de gestão.

Segundo Rafu Junior, seu primeiro compromisso com os ferrazenses, caso chegue ao comando do Palácio da Uva Itália, será a construção de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). “Precisamos cuidar mais das pessoas de Ferraz. É inadmissível que nossa cidade não tenha remédio nos postos de saúde e que fique sem um acolhimento de urgência e emergência. Ando pelas ruas da cidade e sei das necessidades do nosso povo, que clama por atenção em todas as áreas, principalmente na Saúde. É preciso dar dignidade para a nossa gente e resgatar o orgulho de ser ferrazense”, afirmou.

Presente no ato político, o presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto, elogiou o trabalho do médico e pré-candidato a prefeito na cidade. “O Dr. Rafu é um médico que sabe cuidar das pessoas, ele tem uma carreira brilhante em Ferraz e tem um time qualificado para apoiar a sua pré-candidatura a prefeito”, declarou Costa Neto.

Rafu Júnior disputou a Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos em 2020 e ficou em segundo lugar. Obteve no pleito municipal 29.373 votos (34,08%) – apenas 2,5 mil votos de diferença para a primeira colocada. Já em 2022, o médico se lançou candidato a deputado estadual e conquistou a confiança de 45.732 eleitores.

Resposta:

Sobre a fala da prefeita Priscila Gambale (Podemos), a respeito dele não saber administrar nem o seu próprio consultório, o médico respondeu. “Considero isso como desespero, ataque pessoal, ela não respeita a história dos nossos familiares, é um consultório particular de mais de 30 anos”, retrucou. Dr. Raful ainda disse que a prefeita precisa cuidar daquilo que realmente é prioridade na cidade, como dos buracos existentes nas ruas de Ferraz entre outros absurdos. “Os problemas com as enchentes, por exemplo, foram gastos mais de R$ 10 milhões na construção de piscinões e não foi sanado, nos postos de saúde tem a falta de medicamento, por exemplo, um simples remédio de dipirona, não basta somente pintar por fora, precisa cuidar de gente, é o que está faltando em nossa cidade”, rebateu.

Denúncia:

O médico ainda denunciou os problemas na área de segurança, disse que as pessoas estão sendo assaltadas no centro da cidade, falou que a segurança, em qualquer pesquisa, é o principal item que os ferrazenses pedem que melhore. Raful ainda relatou que a Guarda Municipal, está totalmente sucateada e que o município não tem apoio da polícia militar. “Isso precisa de força política para aumentar o efetivo de policiais e melhorar a relação junto ao governo do Estado, também precisa criar o Batalhão da polícia em nossa cidade e melhorar as delegacias. Para se ter uma ideia, temos uma delegacia na Vila Margarida, um dos principais bairros da cidade, que só funciona de segunda a sexta-feira”, lamentou.

Outras denúncias

O pré-candidato ainda cutucou ao dizer que na Cultura e no Esporte de Ferraz não tem nada a oferecer ou apresentar. Sobre a falta de medicamentos nas unidades de saúde, Raful fez denúncias graves. “Não é só a falta de dipirona ou losartana, tem dia que falta até o básico”, revelou. Ele ainda fez novas denúncias sobre o sistema de consultas e agendamento. “O paciente passa pelo clínico em alguma das unidades de saúde, e é obrigado a esperar quase dois anos para passar por um especialista, imagina se for uma pessoa com problemas cardíacos? Não vai aguentar tanto tempo!”, denunciou.

Endividada

Sobre a prefeitura, Raful comentou que a máquina pública está inchada. “Uma gestão que pegou R$ 72 milhões, logo que assumiu, deixada pelo ex-prefeito Zé Biruta (José Carlos Fernandes Chacon), depois fez um empréstimo logo no início do mandato de R$ 20 milhões e agora mais R$ 62 milhões e não foi investido nada na área da saúde. Uma cidade que pega dinheiro emprestado, não pode logo em seguida, dez dias depois, anunciar uma festa milionária, isso é falta de responsabilidade”, acusou.

Raful acredita que na última disputa eleitoral que participou para prefeito em 2020, com mais de 29 mil votos e depois em 2022, para deputado estadual com mais de 45 mil, o credencia como futuro candidato para disputar o pleito eleitoral deste ano, com chances boas de se sair vencedor nas urnas.

Compartilhe este conteúdo...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

categorias

ÚLTIMAS NOTÍCIAS