18 de julho de 2024 09:13

No data was found

Poá: Prefeitura abandona quarteirão que pode ser criadouro da Dengue

Vereador Saul Souza vistoriou uma das áreas que podem ser criadouros da doença que mata Foto: Divulgação

Compartilhe este conteúdo...

Abandono. Esse é o retrato de três prédios públicos, localizados em um quarteirão na área central de Poá, que compreende a EMEB Brigadeiro Faria Lima, o antigo Posto de Saúde Vereador Farid Domingues e a Praça Armando Rossi. O assunto, inclusive, foi tema de discussão na Câmara Municipal, na semana passada, quando o vereador Saul Souza (Avante) expôs a situação preocupante, principalmente porque os locais podem ser criadouros do mosquito que transmite a Dengue, tornando-se problema de saúde pública.

De acordo com o Ministério da Saúde, até o fechamento desta edição, havia o registro de 763 casos prováveis da doença na cidade.

Já são 5 casos prováveis de Chikungunya, que também é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti. Ainda não houve registros de Zika, até o momento.

A Prefeitura Municipal de Poá, no entanto, preferiu não se pronunciar sobre o caso. Muito menos explicar qual seria o destino desses equipamentos públicos.

A municipalidade não se manifestou sobre o investimento de R$ 3 milhões no Cantinho da Melhor Idade “José Mariano dos Santos”, com a contrapartida do Governo do Estado de São Paulo, já que o prédio ainda continua abandonado.

Compartilhe este conteúdo...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

categorias

ÚLTIMAS NOTÍCIAS