19 de junho de 2024 12:55

Kassab engole Valdemar e transforma PSD no celeiro de prefeitos, graças ao “bom Tarcísio”

Valdemar do PL aprecia seu colega Gilberto Kassab durante evento do PSD de Marco Bertaiolli Foto: Divulgação

Compartilhe este conteúdo...

O presidente nacional do Partido Social Democrático (PSD), Gilberto Kassab, tem se transformado na principal figura política no Brasil. Entre os legisladores estaduais, ele é visto como articulador, ou seja, onde existe interesse, lá está Kassab para garantir melhores condições para a sua sigla.

Ele também ocupa um cargo muito importante dentro do Estado de São Paulo, graças ao governador Tarcísio de Freitas (Republicanos), que deu a ele a pasta de secretário estadual de Governo e Relações Institucionais, o que lhe credencia como uma das principais autoridades, com amplos poderes de barganha e de alavancar seu partido.

Sua posição dentro do governo Tarcísio vem lhe rendendo muitos benefícios partidários, tanto que ele conseguiu fazer do PSD a maior legenda no Estado de São Paulo e também no Brasil.

Números:
Em São Paulo, o PSD saltou de 66 prefeitos eleitos para 329 gestores. Deste número, boa parte dele é desertor do PSDB, dos ex-governadores João Doria e Rodrigo Garcia, legenda que até agora não se entende.

Já no Brasil, o PSD conta com 968 prefeitos, em segundo fica o MDB, com 838, na terceira posição o PP, com 712 prefeitos e na quarta colocação, aparece o PL, com 371 administradores. O PSD ainda lidera no número de senadores: são 15 contra 12 do PL.

Outros partidos também conseguiram melhorar suas cotas de prefeitos, mas nada igual ao PSD. No caso o MDB, elegeu e reelegeu em 2020, 57 chefes de prefeituras, hoje são 70 administradores.

Já o partido do governador, o Republicanos, em São Paulo, elegeu e reelegeu 24 prefeitos, em 2020. Hoje, são 50 deles. Número bem aquém dos conquistados pelo supersecretário Kassab.
Ainda em São Paulo, na terceira posição, ficou o Partido Liberal (PL), de Valdemar Costa Neto, com 41 eleitos em 2020. Hoje são 56 líderes municipais. Pouco para quem deseja ser o maior da federação.

O PL de Valdemar ficou pequeno perto do PSD de Kassab que articula tão bem, que o próprio Valdemar se debruça, encantado com Kassab ao ponto de garantir em várias cidades do país, espaço gigante para o PSD ter ainda mais cadeiras de prefeitos e vereadores.

Gilberto Kassab vai dando um baile em Valdemar, mas isso não para por aí. Em algumas cidades, como Mogi das Cruzes, região da Grande São Paulo, berço esplêndido do PL, segundo apurou a reportagem, Kassab e o ex-deputado federal Marco Bertaiolli, atual Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP), devem lançar como candidatos a prefeito, dois nomes influentes e ligados ao PSD, no caso a esposa do Conselheiro do TCE, a ex-primeira-dama Mara Bertaiolli ou o ex-secretário municipal de Saúde, Marcello Cusatis. Há ainda a possibilidade de uma dobradinha dos dois, dentro da comunidade liberalista.
Mesmo que os dois não estejam filiados no PSD, são figuras marcadas na sigla de Kassab. Tanto que em inúmeros eventos partidários, lá estavam eles.

Até faz sentido, tendo em vista, que o então deputado, na época, tinha e tem muita aproximação com Kassab. Nada mais do que justo essa atuação dos dois (esposa e amigo pessoal de Bertaiolli).

Independente disso, o que pesa na escolha, é que Valdemar poderá optar por Mara ou Cusatis, o que acaba desagradando a cúpula liberalista que acredita ter bons nomes para concorrer ao cargo, sem precisar importar nomes, principalmente de gente com raízes no PSD de Gilberto Kassab.

Denúncias:
A reportagem do Jornal Impresso Brasil (JIB) ficou sabendo que o secretário de Governo, Gilberto Kassab, usa do seu cargo para promover seu partido em busca de novos prefeitos, vereadores e deputados.

Pelo menos três gestores conversaram com a nossa equipe e disseram que Kassab, dentro do Palácio dos Bandeirantes, teria oferecido benefícios para as suas cidades em troca de mudanças de legenda.

Esse aumento gigantesco que o PSD teve de prefeitos, aconteceu justamente depois que Kassab se tornou secretário de Tarcísio, com todos os modus operandi. Também disseram que Kassab vem prejudicando o governador Tarcísio de Freitas, interferindo em vários assuntos e permitindo que o chefe de Estado esteja mais ríspido nas tratativas com outras autoridades. “O governador precisa ver isso. Ele se aproveita do cargo, nada de braçada na conquista de novas lideranças, além de causar mal-estar na gestão do Tarcísio que teve queda de popularidade nesses 11 meses de gestão”, relatou um membro partidário que pediu anonimato.

A reportagem tentou falar com a assessoria de imprensa do político, porém, sem sucesso.

Diante do exposto, o jornal se coloca à disposição, caso o PSD ou o próprio Kassab queiram se pronunciar a respeito do conteúdo divulgado.

Compartilhe este conteúdo...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

categorias

ÚLTIMAS NOTÍCIAS