28 de fevereiro de 2024 14:19

CONDEMAT+ prepara inauguração da República Jovem

Durante a visita, consórcio inaugura a República Jovem, em Arujá Foto: Divulgação

Compartilhe este conteúdo...

O Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (CONDEMAT+) recebe nesta quarta-feira (7), o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Gilberto Nascimento. O encontro, promovido em Arujá, vai abordar as ações na área e marca a inauguração do novo serviço da República Jovem, equipamento regional que atende os adolescentes que completaram a maioridade nas unidades de abrigamento institucional da região.

O setor social tem recebido um grande investimento por parte do CONDEMAT+ que aposta nas unidades e parcerias consorciadas para ampliar os atendimentos, reduzir custos e ofertar serviços de qualidade aos moradores da área. Com mais de três milhões de habitantes, os desafios são proporcionais e as demandas crescentes.

Recentemente a diretoria do CONDEMAT+ participou de uma audiência com o secretário Gilberto Nascimento, na Capital, e articulou a vinda dele à região para tratar de projetos e ações num encontro com prefeitos e secretários municipais da área de assistência, seguido da visita ao novo equipamento regional.

Essa visita do secretário é estratégica para discutirmos ações conjuntas dos municípios e o Estado para a assistência social, onde os desafios são grandes e exigem uma articulação mais ampla. Queremos compartilhar nossa experiência e encontrar novos serviços que possam ser implantados na região”, destacou o presidente do CONDEMAT+, Vanderlon Gomes, prefeito de Salesópolis.  

Após a reunião, o secretário estadual participará da inauguração da República para Jovens, unidade regional implantada no final do ano em parceria com o Estado e que atende os municípios de Arujá, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Poá, Santa Isabel e Suzano. O objetivo do serviço é possibilitar o desenvolvimento de autogestão, autossustentação e independência dos atendidos até os 21 anos.

Além deste equipamento, há outros dois implantados regionalmente na área da Assistência Social: o Serviço de Acolhimento Institucional para Mulheres em Situação de Violência – Casa Abrigo, que recebe mulheres e seus filhos menores de idade, e a Residência Inclusiva, voltada para acolher pessoas com deficiência, em situação de dependência, que não contam com condições de autossustentabilidade ou suporte familiar.

Compartilhe este conteúdo...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

categorias

ÚLTIMAS NOTÍCIAS