21 de fevereiro de 2024 12:40

Mogi: Prorrogado por 180 dias o atendimento no PS da Santa Casa

Compartilhe este conteúdo...

Com a interferência do prefeito de Mogi das Cruzes, Caio Cunha (Podemos) foi prorrogado por 180 dias, o atendimento do Pronto-Socorro (PS) da Santa Casa da cidade.

Reunião com autoridades no dia 31 de outubro, definiu os detalhes para que o serviço não seja interrompido e com isso afete os pacientes mogianos e de outras cidades que também são atendidos no município.

O encontro contou com a participação do secretário da Saúde de São Paulo, Eleuses Paiva, do secretário municipal da Saúde mogiana, William Harada, o presidente da Câmara, o vereador Marcos Paulo Tavares Furlan (Podemos), o parlamentar Otto Rezende (PSD) que é presidente da Comissão de Saúde do Poder Legislativo e o provedor da unidade de saúde filantrópica, José Carlos Petreca e outros representantes do hospital.

Essa prorrogação, afirma a unidade de saúde, se faz necessária para dar tempo de fazer os estudos de reorganização de todos os equipamentos e verificar se as demandas reprimidas serão atendidas e se ainda existirão novas necessidades de oferta para o setor da cidade.

Entenda o caso:
Recentemente, desde que a Santa Casa informou que deveria fechar o PS, o anúncio causou repercussão no Alto Tietê. O Executivo municipal também relatou desconhecer qualquer motivo que seja financeiro, administrativo, técnico, operacional, ou qualquer fato novo que tenha levado à decisão de encerrar o referido serviço por parte da atual mesa administrativa da Santa Casa. “Por esses motivos, de fato não existe déficit e foi priorizado o ajuste do valor mensal para que a Santa Casa tivesse totais condições de ofertar o serviço à população”.

A reportagem do Jornal Impresso Brasil (JIB) tentou contato telefônico com a Santa Casa, mas a unidade não atendeu o telefonema.

Compartilhe este conteúdo...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

categorias

ÚLTIMAS NOTÍCIAS