19 de maio de 2024 03:15

Mogi: Ecoponto do Parque Olímpico será fechado para reforma

Ecoponto estará fechado temporariamente a partir do dia 18 Foto: Dviulgação

Compartilhe este conteúdo...

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Proteção Animal dará início a uma reforma no ecoponto do Parque Olímpico (avenida Maurílio de Souza Leite Filho, s/nº) a partir desta quinta-feira, dia 18 de abril. O equipamento entrará em obras e, neste período, permanecerá fechado. A orientação à população é para que utilize os ecopontos do Jardim Armênia (rua Julio Perotti, 353) e de Jundiapeba (rua Manoel Fernandes, 44). Os ecopontos agora funcionam de sexta a quarta-feira, das 8h às 18h, fechando apenas às quintas-feiras para limpeza interna.

Os ecopontos são locais de entrega voluntária de materiais recicláveis ou reaproveitáveis e atendem somente a população (e não empresas). Eles complementam outras ações desenvolvidas pela Prefeitura, que são a coleta do material reciclável recolhido porta a porta e as operações Cata-Tranqueira.

São recebidos materiais como vidro, papelão, ferro, embalagens, latas, garrafas pet, jornais, revistas e outros papéis, caixas de leite, pneus, “lixo eletrônico” (resíduos considerados recicláveis) e outros produtos que, se jogados em qualquer lugar, podem causar enchentes, riscos à saúde e a contaminação do meio ambiente. Para o descarte de restos de material de construção (RCC) e para resíduos de poda, o limite máximo por pessoa é de 1 m³ por dia (ou 10 sacos de 100 litros).

Após serem descartados nos ecopontos, os materiais são encaminhados à Central de Triagem da Vila São Francisco e para outros destinos habilitados, onde são separados e destinados para reciclagem e ou reutilização.

Um quarto ecoponto vem sendo construído atualmente, na avenida Ricieri José Marcatto, na esquina com a rua Capitão Arcílio Rizzi, e atenderá o distrito de Cezar de Souza. Quando estiver concluído, o ecoponto funcionará no mesmo sistema.

Jardim Armênia

Com a reforma, o ecoponto do Parque Olímpico receberá uma nova estrutura interna, a exemplo do que aconteceu com o ecoponto do Jardim Armênia, que foi reaberto no dia 2 de abril e passou a contar com nova cobertura, revitalização da área administrativa e uma estrutura operacional remodelada que facilita a entrega de materiais por parte da população e a logística de manutenção pela Prefeitura. É um novo modelo de funcionamento, que será estendido aos demais ecopontos gradativamente e a todo o processo de coleta seletiva no município.

Também como parte desse processo, a secretaria lançou uma consulta pública sobre coleta seletiva, que pode ser acessada por meio do aplicativo Colab (clique aqui). O objetivo é conhecer os hábitos dos mogianos e melhorar as ações da Administração Municipal na área. A partir dos resultados, serão estudadas medidas práticas para que a coleta seletiva seja mais eficiente e atenda às necessidades da população.

Compartilhe este conteúdo...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

categorias

ÚLTIMAS NOTÍCIAS