19 de maio de 2024 01:26

Itaquá: Desassoreamento do rio Tietê retira mais de 11 mil m³ de sedimentos

O trabalho de desassoreamento do importante rio, teve investimentos de R$ 57 milhões e beneficiará a cidade que sofre com as constantes cheias Foto: Divulgação

Compartilhe este conteúdo...

Aparceria formada pela Defesa Civil de Itaquaquecetuba com o Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) no ano passado, apresentou, recentemente, balanço da quantidade de detritos retirados do rio Tietê, somando 11,8 mil m³, resultado entregue em apenas quatro meses de trabalho, surtindo efeitos positivos, como por exemplo, o tempo de escoamento da água, que irá diminuir.

Na ocasião, os agentes passaram por trechos do rio entre a Vila Japão, Vila Maria Augusta, Vila Sônia e Jardim Fiorelo, bairros que sofrem com as cheias do Tietê.

O prefeito Eduardo Boigues (PL) celebrou este avanço. “Essa é uma cobrança antiga da prefeitura para o governo estadual que agora saiu do papel e já mostra resultados positivos. Nossa população não pode sofrer tanto tempo com as cheias motivadas pelo assoreamento do rio, por isso seguiremos cobrando melhorias e fazendo a nossa parte”.

O trabalho de desassoreamento teve investimento de R$ 57 milhões, contemplando 16 km do rio.

Fiscalização
Além do monitoramento dentro do Tietê, a administração municipal está reforçando as fiscalizações nos bairros à margem do rio. O foco é evitar a construção de habitações irregulares em áreas muito próximas ao leito, garantindo tanto a segurança da população como a fluidez da água. Denúncias podem ser feitas pelos telefones 153 e (11) 4753-1108.

Compartilhe este conteúdo...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

categorias

ÚLTIMAS NOTÍCIAS