12 de abril de 2024 14:17

Gripes e resfriados são os grandes vilões das crianças nessa época do ano

Melhorar a imunidade das crianças é essencial nesse período, e os ativos naturais ajudam nesse processo Foto: Divulgação

Compartilhe este conteúdo...

A volta às aulas sempre preocupa os pais, pois é muito comum as crianças ficarem gripadas ou febris, nesse retorno. Isso geralmente acontece quando a imunidade dos pequenos está baixa, desencadeando um quadro viral na turma toda. Sem contar que quando uma criança adoece ela mobiliza todos, podendo até transmitir para os outros familiares.

Para evitar essa situação, a melhor atitude é fortalecer o sistema imunológico da criança, de preferência algumas semanas antes de iniciar as aulas. Essa imunização pode ser feita com a utilização de ativos como: aminoácidos, vitaminas, antioxidantes e ácidos graxos.

A farmacêutica, Sintia Martins, da rede A Fórmula, explica que os pais devem oferecer aos filhos, sempre com a orientação de um médico, vitaminas como a C, que ajudam na prevenção do resfriado comum, e o ácido graxo, que é uma ótima fonte de energia.

Quando as crianças consomem esses ativos, preventivamente, é certo que o risco de gripe é bem menor, e se isso acontecer, os sintomas são brandos”, explica a farmacêutica.

Outros fatores implicam a baixa imunidade das crianças. A falta de sono, o estresse, que pode ser causado pela mudança de escola ou por ser a primeira experiência escolar, intestino preso, entre outros. Segundo Sintia, as fórmulas são ideais para essa prevenção, pois, vão repor exatamente o que a criança precisa, na medida exata.

As formulações, além de oferecer o que de fato precisa ser reposto no sistema das crianças, têm a grande vantagem de poder ser manipulada em vários formatos, tirando aquela característica de remédio que as crianças costumam rejeitar”, explica Sintia.

A Rede a Fórmula, pode fazer qualquer medicação em forma de bala de goma, pirulito, strip oral (lâmina que é colocada na boca e não precisa de água) e até mesmo chocolate. Com essas opções os pais conseguem ministrar as vitaminas e remédios com mais calma e com a melhor aceitação da criança.

Sintia ainda explica que o quadro de adoecimento acontece porque com a volta das férias as crianças estão com uma “flora bacteriana” nova, sem contar que nesse período os pais costumam ser menos rigorosos com a alimentação, afetando também a rotina. Mas, a grande notícia é que as crianças vão adquirindo anticorpos e esse quadro de adoecimentos melhora com o tempo.

Manter a carteira de vacinação em dia, prolongar a amamentação o máximo possível, manter uma alimentação equilibrada e rica em nutrientes. Além dos hábitos de higiene pessoal e coletiva, banhos de sol diários e prática de atividades físicas são algumas ações bastante eficientes”, finaliza Sintia.

Compartilhe este conteúdo...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

categorias

ÚLTIMAS NOTÍCIAS