21 de junho de 2019

Vereadores aumentam o próprio salário, enquanto isso, cidade fica abandonada e sem medicamentos

Na sessão ordinária de segunda-feira (17), os vereadores que são da base de governo aprovaram o aumento de salário do prefeito, do vice-prefeito, dos secretários e deles próprios.
O ato não é ilegal, porém, é totalmente imoral em um período em que a cidade passa pelo seu pior momento, onde é possível identificar a falta de medicamento de vários tipos nos postos de saúde, além da falta de médicos que não são disponibilizados nos aparelhos públicos.
O aumento de salário foi visto por boa parte da população como um “tapa na cara” do povo que vive momentos de extrema necessidade com o transporte público, com a falta de iluminação em quase toda a cidade, as estradas estão abandonadas, o setor de esporte de Biritiba Mirim ficou à mercê da gestão que passou a ignorar, inclusive o ginásio de esporte completamente esquecido.
Com o aumento aprovado na segunda cada vereador passará a receber R$ 5.766,19, enquanto isso, a população que recebeu a promessa durante a campanha eleitoral que, caso fossem eleitos, iriam buscar meios para trazer empresas para a cidade no intuito de gerar empregos para a população, mas, nada disso aconteceu nos três anos de mandato.