16 de setembro de 2019

Polícia de Mogi elucida crime envolvendo motorista de aplicativo

A Polícia Civil de Mogi das Cruzes prendeu quatro autores do latrocínio que vitimou um motorista de aplicativo ocorrido no último dia 2 de setembro.
O delegado Rubens José Ângelo, titular do Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) de Mogi das Cruzes, concede entrevista coletiva nesta segunda-feira (9) para fornecer detalhes sobre a investigação que resultou na prisão de três pessoas – e na apreensão de um adolescente infrator – envolvidos com o latrocínio que vitimou um motorista de aplicativo, ocorrido no último dia 2 de setembro, às margens da Rodovia Mogi-Salesópolis.
Na ocasião, durante tentativa de roubo, um motorista de aplicativo foi morto a facadas e com sinais de tortura. Um aparelho celular e uma bolsa com R$ 50 foram subtraídos da vítima durante o crime.


Trático:
Policiais Civis do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) prenderam, na tarde de sábado (7), o responsável pela conexão entre traficantes da América Latina e uma organização criminosa. O homem representava o principal fornecedor de drogas do Brasil.
A ação foi realizada por agentes da 3ª Delegacia da Divisão de Investigações sobre Crimes contra o Patrimônio (Disccpat), após detectarem a presença do suspeito, condenado por tráfico de entorpecentes, na divisa de São Paulo e o ABC Paulista.
Depois de receberem informações que o criminoso utilizava um Toyota Corolla blindado para deslocamentos e que ele estaria em um centro comercial, na avenida Industrial, em Santo André, os policiais seguiram para o endereço e prenderam o homem.