9 de agosto de 2019

Município oferece o recolhimento correto de animais mortos em ruas

De repente seu pet morreu e você não sabe o que fazer para liberar o corpo e, pensando nesta situação, a Prefeitura Municipal de Suzano, por meio do setor de Controle de Zoonoses tem o serviço de recolhimento desses animais, que são incinerados pela empresa responsável pela limpeza pública do município. Vale lembrar, ainda, que muitos donos abandonam seus animais de estimação nas ruas e até em terrenos baldios e há aqueles que morrem na própria casa, mas o descarte do corpo é feito de maneira incorreta, podendo cooperar para o problema de saúde pública, principalmente se ele estiver doente com leishmaniose, brucelose, raiva e bactérias desconhecidas, que são facilmente espalhadas, por isso a importância da destinação correta  que é fundamental.
Em Suzano, como o setor foi implantado no município em 1952, não há levantamento preciso de quando o serviço foi instalado.  
Só neste ano foram recolhidos aproximadamente 97 animais, entre solicitações particulares (com pagamento de taxa) e aqueles já mortos, retirados da rua.
O proprietário de um animal morto paga uma taxa referente ao seu peso e os valores de 2019 são os seguintes: Até 10 kg - R$ 39,68; de 10 a 20 kg - R$ 69,47; acima de 20 kg - R$ 138,93 e animais de grande porte - R$ 992,35.
O objetivo do serviço é garantir a saúde pública, para evitar contaminações ou proliferação de algum tipo de doença, informou a municipalidade.
“Há mais de três anos, meu cão morreu em casa, de velhice e como eu não sabia que a cidade disponibilizava esse serviço de recolhimento de animais mortos, pedi para um vizinho me ajudar a descartar o corpo em um matagal. Sei que errei, mas se houvesse mais divulgação desse serviço, não cometeria esse erro. Bom saber que há esse cuidado em nossa cidade”, explicou a professora que pediu anonimato e que agora irá propagar esse serviço municipal que a cidade dispõe.


Descarte correto:
Já o encanador Pedro dos Santos, de 40 anos,  ressaltou que poucos sabem onde procurar quando se deparam com animais mortos em via pública ou em outros pontos da cidade, como terrenos baldios. E como a prefeitura  não consegue identificar todos os casos, por isso é necessário a cooperação da população. O recolhimento com menos de 24 horas facilita o serviço da empresa e o descarte correto. Após esse período a decomposição avançada do animal gera dificuldade no manejo e transporte para a incineração feita de maneira adequada e sem prejuízo ao meio ambiente.
Outras informações podem ser obtidas pelo 4745-2064 de segunda a sexta, das 8 às 17 horas.