20 de março de 2019

Games talvez sejam os principais culpados

A polícia investiga se os dois jovens atiradores faziam parte de um grupo que joga em rede o game Call of Duty, de guerra, e neste fórum teriam planejado o crime. Os investigadores estão ouvindo os pais dos rapazes sobre essa questão, mas suspeitam que pode ter ligação com o massacre. Segundo informações divulgadas à imprensa, os atiradores utilizaram uma das comunidades mais extremistas do Brasil para juntar dicas e fazer planos para o ataque. No fórum chamado Dogolochan, os jovens agradeceram a ajuda e deixaram rastros para avisar seus colegas virtuais do massacre que estava por vir.

O fórum é conhecido como um local onde são discutidos abertamente a prática de crimes, violação de direitos humanos, além de racismo e misoginia.

A psicóloga cristã, Marisa Lobo, ressalta que séries, filmes e jogos que estimulam a violência e comportamentos suicidas são fatores de risco que podem ter influenciado a mente dos assassinos.