Cidade abandonada frustra biritibanos

Cidade de Biritiba Mirim abandonada, mais parece um município fantasma. Prefeito Tajiri só ri

1 de fevereiro de 2019

 O prefeito Walter Tajiri (PTB), passa o dia inteiro rindo, como se tudo estivesse bem na cidade, talvez se explique o galhofar com o dinheiro do povo, afinal, são vários parentes trabalhando nas repartições públicas como se isso não valesse de amparo à Lei de Nepotismo que proíbe a contratação de parentes de primeiro, segundo e até terceiro graus. Tajiri desrespeita as leis, contratando parentes. Ele, ao bel prazer retribui aos vereadores admitindo diversos funcionários comissionados no intuito de calar a boca dos nobres parlamentares diante do crime de nepotismo que pratica oferecendo benefícios empregatícios a eles dentro da Prefeitura.

O silêncio dos vereadores que deveriam representar o povo na Câmara Municipal fica a cada dia visível. “Vários deles possui cargos na prefeitura, por isso, não investigam o Tajiri”, alertou um ex-secretário que pediu anonimato.

Abandonada: Biritiba Mirim desde que Tajiri assumiu parece ter se transformado em uma cidade fantasma, não se vê nenhuma ação do Poder Executivo. “O prefeito anda de carro o dia inteiro, não faz nada, só fica rindo e alega que não tem dinheiro, mas para contratar funcionários ligados aos vereadores e parentes dele, aí tem, né”, denunciou José Carlos de Moraes, de 55 anos, residente no Castelano. Praticamente todos os serviços essenciais estão parados, desde o do setor da saúde com a falta de medicamentos nos postos e no Pronto Atendimento, a coleta de lixo continua com o serviço deficitário, buracos por toda a extensão e a cidade fica na escuridão. “Quero ver os vereadores falarem de alguns contratos superfaturados assim que voltarem do recesso”, avisou um munícipe que pretende denunciá-los ao Ministério Público por crime de conluio (conivência as ações escandalosas que estão sendo praticadas). O jornal tentou falar com o prefeito, mas ele não atende a nossa reportagem.